Central de Atendimento

Doação de Sangue: por que e como doar

A doação de sangue é gesto solidário, um verdadeiro ato de amor ao próximo. Quer saber quais são os requisitos para doar sangue? Nós te explicamos neste post.

 

O Dia Mundial do Doador de Sangue é celebrado no dia 14 de junho e, em Santa Catarina, o mês de junho foi instituído como Junho Vermelho, um período dedicado à conscientização e estímulo sobre a importância da doação de sangue.

Essa conscientização é ainda mais necessária agora, neste momento de pandemia que estamos enfrentando, onde os níveis de doação caem e a demanda de uso de sangue aumenta.

No Koerich, a doação de sangue voluntária é incentivada entre todos os funcionários. Periodicamente, uma van é disponibilizada para realizar o translado dos voluntários até o hemocentro para realizarem a doação. Encontramos, com esse incentivo, mais uma forma de ajudar a gente nossa catarinense.

 

Doar sangue: um gesto de amor que salva vidas

Durante um dia, milhares de pessoas demandam da doação de sangue para terem suas vidas salvas. Entre elas os portadores de doenças crônicas, como a Talassemia, pessoas com anemias e pessoas em tratamentos de câncer e os casos de acidentes, cirurgias e transplantes.

Os bancos de sangue se mantêm unicamente com doações, visto que o sangue é um tecido vivo essencial para a sobrevivência humana, que não pode ser substituído ou fabricado artificialmente, por isso a doação de sangue é um gesto tão fundamental e solidário.

Um adulto possui, em média, 5 litros de sangue no corpo e a doação retira apenas 450 ml, recuperados em até 24 horas após o procedimento e uma única doação pode salvar até quatro vidas, visto que o sangue doado pode ser usado sob diferentes demandas, como transfusão de hemácias, plasma e plaquetas.

 

Quais são os requisitos para doar sangue?

– Ter entre 18 e 69 anos (doações de menores de idade, entre 16 e 17 anos, podem ser feitas com presença e autorização formal dos pais ou responsáveis)

– Ter peso acima de 50 kg

– Apresentar documento oficial com foto (RG, carteira de motorista etc.)

– Em plenas condições de saúde, sem feridas ou machucados pelo corpo

-Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas que antecederam o procedimento

-Ter repousado bem na noite que antecede a doação.

Quem não pode doar?

– Pessoas com diabetes, AIDS, câncer, hipertireoidismo, hepatite ou qualquer tipo de doença crônica

– Quem fez o uso de drogas ilícitas nos últimos 12 meses

– Quem teve contato sexual com parceiro eventual nos últimos 12 meses

– Gestantes ou lactantes que amamentam bebês menores de 1 ano

– Pessoas que realizaram procedimentos de tatuagem, micropigmentação, maquiagem definitiva ou piercing nos últimos 12 meses.

Alguns casos devem esperar um período seguro para doar, como procedimentos dentários, transfusões de sangue, sintomas de gripe e resfriado, diarreia, tratamento de infecções, cirurgias, aborto, parto normal ou cesárea. Você pode conferir o período de espera ideal aqui.

Pessoas que tiveram em contato com pessoas diagnosticadas com coronavírus ou permaneceram em isolamento por suspeita ou diagnóstico da doença também devem aguardar um período seguro de, no mínimo, 14 dias para doar.

Como funciona a doação?

No dia da doação, é realizada uma pré-triagem que avalia os sinais vitais e uma entrevista individual para diagnóstico de sua aptidão de se tornar um doador. É recomendado que os doadores estejam bem descansados e evitem o jejum, dando preferência para refeições leves e não gordurosas.

Se você estiver apto para a doação de sangue, não precisa ter receio! O material usado é descartável e estéril, sem risco de contração de doenças infecciosas. Na doação, são retirados, em média, 450 ml de sangue, que o corpo repõe em até 24 h após o processo.

 

Uma pessoa em plena condição física pode doar sangue de 3 a 4 vezes por ano. O tempo mínimo entre uma doação e outra deve ser de 60 dias para homens e 90 dias para mulheres. Ainda tem alguma dúvida?

Em Santa Catarina, as doações de sangue podem ser feitas nas unidades do Hemosc, clique aqui para saber qual o hemocentro mais perto de você!

Doe sangue! A esperança de muita gente corre em suas veias.