Central de Atendimento

7 DICAS INTERESSANTES PARA COMEÇAR UMA HORTA EM CASA

Já pensou em ter temperos e ervas bem pertinho de você? E que tal legumes fresquinhos, colhidos bem na hora que aparece aquela vontade de fazer uma comidinha saudável? As frutas também não podem ficar de fora: laranja, limão, acerola, pitanga, romã, morango e muitas outras podem ser cultivadas em recipientes de variados tamanhos.

Isto quer dizer que você não precisa, então, de um quintal para ter a sua própria horta. Em casa e até mesmo em um apartamento é possível cultivar temperos, verduras, legumes e frutas de diversas formas, utilizando o que você tem disponível e adaptando algum espaço para receber as plantinhas.

Uma horta em casa é, antes de tudo, muito saudável. Além dos benefícios para o corpo, o ato de cultivar seus próprios alimentos – mesmo que sejam apenas alguns – pode ser uma experiência renovadora. Preparar a terra, acompanhar o desenvolvimento das plantas e ver os frutos desabrocharem relaxa a mente, contribuindo para diminuir os níveis de stress e recompor as energias.

Transforme a sua horta em um bom passatempo, livre-se das preocupações e concentre-se em fazer o melhor pelas suas plantinhas. Existem muitas ideias que constroem um mundo melhor, e cultivar uma horta em casa é uma delas!

4

Confira 7 dicas interessantes para começar uma horta em casa e mantê-la sempre verdinha:

1. Espaço

Você precisará de um espaço que receba pelo menos 4 horas diárias de sol – de preferência o sol da manhã ou do fim da tarde. É bom também que as plantinhas estejam protegidas do vento. Escolha o parapeito de alguma janela ensolarada (onde os vasinhos possam ficar enfileirados), uma parte da varanda ou área de serviço. Se você tiver um quintal – acredite! –, 1m2 de espaço é suficiente. Lembre-se, também, que o local escolhido deve estar protegido das estripulias dos animais de estimação.

2. Recipientes

Você pode utilizar uma variedade de recipientes em sua horta: jardineiras, vasos de diversos tamanhos, panelas coloridas, potes de conserva e de sorvete, canos de PVC e garrafas PET. A sua imaginação é o limite! É possível, ainda, dispor a horta de maneira horizontal – no chão, no parapeito de uma janela – ou verticalmente, colocando os recipientes pendurados nas paredes ou amarrados em cordas. Prateleiras, degraus de uma escada de madeira e caixotes podem servir de suporte aos recipientes e, com isto, trazer um charme todo especial a sua horta.

3

3. Variedades

Escolha o que deseja plantar, mas lembre-se que algumas plantinhas não gostam de dividir um mesmo espaço. É o caso da hortelã, por exemplo, que com suas raízes destroem outras espécies. Neste caso, plante-a em um recipiente separado. O mesmo acontece com a salsinha. Plantas verticais, como tomate, vagem e ervilha, devem ter um suporte de forma que fiquem “amarradas”. É importante buscar informações mais específicas sobre as plantas que deseja cultivar em sua horta, pois cada uma tem seu próprio ciclo de crescimento.

4. Solo

Para se ter uma horta bem verdinha e produtiva é preciso que as plantinhas sejam colocadas em um bom solo: adubado e sem pedras. Uma mistura de solo ideal deve conter duas partes de terra comum, uma parte de composto orgânico – ou húmus de minhoca e uma parte de areia. O composto orgânico e o húmus de minhoca podem ser facilmente encontrados em supermercados e agropecuárias.

5. Drenagem

Se você é daqueles que adora molhar as plantas, cuidado para não exagerar na água e acabar encharcando o solo. Acostume-se a tocar a terra para verificar se está úmida e regue as plantas em horários em que o sol não esteja muito forte, evitando a evaporação excessiva da água. Os furos nos recipientes garantem uma boa drenagem do solo, evitam o apodrecimento das raízes e o surgimento de doenças.

6. Poda

Note que as ervas e temperos que você utiliza com frequência parecem sempre mais saudáveis e verdinhos se comparados as outras espécies menos consumidas. Isto porque ao colher as folhinhas, você estimula o crescimento e a renovação da plantinha. Então, comece a colher – ou podar – as espécies que você utiliza menos e veja como, em pouco tempo, nascerão outras folhas.

7. Manutenção

Cuide constantemente da sua horta retirando folhas secas e amareladas. A terra deve ser revolvida a cada três meses. A horta em vasos pode permanecer produtiva por até um ano, sendo aconselhável adubar o solo pelo menos a cada seis meses. Fique atento ao surgimento de doenças e pragas e opte sempre por inseticidas naturais feitos a partir do tabaco, alho ou folhas do tomateiro.

 

Agora que você já conferiu 7 dicas interessantes para começar uma horta em casa, que tal colocar a teoria em prática?

 

Mãos à obra e que a sua horta seja um sucesso!

 

Fonte:

REVISTA CASA E JARDIM – Dicas para montar uma boa horta em casa
ECYCLE – Faça uma horta de legumes e ervas usando 1 m² do quintal da sua casa
ECO DESENVOLVIMENTO – Aprenda a fazer uma horta orgânica dentro de casa
VIVA MAIS VERDE – Plantar em casa: aprenda a ter uma horta doméstica
GREEN ME – 11 fertilizantes e pesticidas orgânicos feitos em casa